segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

NT 10 anos: Campanha Assinatura Premiada

Comarca de Tapejara adere ao PGQJ


Melhoria dos serviços será tema constante da Comissão Mista

A solenidade de Adesão da Comarca de Tapejara ao Plano de Gestão pela Qualidade do Judiciário – PGQJ – e instalação da Comissão Mista, foi realizada na terça-feira, 15/12, com a presença do Juiz-Corregedor da 8ª Região, Edson Jorge Cechet, da juíza da Comarca, Lílian Bozza Pianezolla, promotor de Justiça, Márcio Schenatto, defensor Público, Gilberto Tomelero, presidente da OAB Tapejara, Neuri Coser, presidente eleito da OAB, Sidney Teixeira, prefeito Municipal de Tapejara, Seger Menegaz, vice-prefeito de Água Santa Martinho Rodighero, representantes de entidades e funcionários do Fórum.
Segundo destacou a juíza, Lílian Pianezzolla, “A implantação do PGQJ irá a melhoria e melhor qualidade nos serviços prestados pelo Foro e irá quebrar os paradigmas existentes e atender a demanda dos processual que atualmente é de 6, 500 processos em andamento na comarca e a implantação desse plano e instalação da comissão contribuirá para que os eventuais problemas sejam resolvidos rapidamente e sejam discutidas as soluções pelos funcionários, já melhoramos o tempo de espera das audiências, mas pretendemos mais, visto que a população espera de nós, precisam que seus processos sejam julgados o mais rápido possível para que o estigma de que a justiça é morosa seja banido da sociedade”.
O Juíz-Corregedor, Edson Cechet, frisou a importância da implantação do plano de gestão na busca de melhorias administrativas, modificando a imagem que as instituições judiciárias têm junto a comunidade possibilitando assim a adequação progressiva dos serviços.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Juiz-Corregedor e juíza Lílian oficializaram implantação de Plano de Gestão

Empossada diretoria da OAB Tapejara


A solenidade de posse da OAB Tapejara foi realizada na quarta-feira, 16/12, no Clube Comercial, Sidney Teixeira, foi eleito a um mês presidente da entidade para o triênio 2010-2012.
Estiveram presentes a juíza, Lílian Bozza Pianezzolla, o promotor Marcio Schenatto, o presidente que entregou o cargo, Neuri Coser, o presidente empossado, Sidney Teixeira, o prefeito Seger Menegaz, presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Bertoglio, presidente do Hospital Santo Antonio, Sirinei Panizzon e advogados ligados a entidade.
Neuri Coser realizou a prestação de contas de suas duas gestões frente da entidade2004-2009) e relatou fatos importantes para a categoria como a aquisição da sede da OAB em setembro de 2006.
Nos pronunciamentos das demais autoridades foi destacada a importância da entidade para a comunidade e dos serviços prestados pelos profissionais, a juíza Lílian Pianezzolla fez referência ao auxilio da entidade na conquista para viabilizar a construção do novo Fórum da Comarca que iniciará em janeiro de 2010, já p promotor, Marcio Schenatto, informou que assim que for disponibilizado terreno a Promotoria também terá nova sede, que já está sendo planejada pelo Ministério Público, garantindo assim a melhoria no atendimento a população.
Sidney Teixeira apresentou a sua diretoria, como vice-presidente, Cláudio Biasi, secretária, Maria Dallagasperina, secretário executivo, Ronaldo Fiorentin e tesoureiro, Sirinei Panizzon. Destacou a continuidade da parceria com o judiciário, citando a implantação do PGQJ (Plano de Gestão pela Qualidade do Judiciário), e agir em defesa aos interesses da categoria e na valorização dos profissionais diante da comunidade.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Sidney Teixeira assina ata de posse

Natal Colorado em Tapejara


A Associação dos Colorados e Consulado de Tapejara organizaram no dia 29/11, o Natal Colorado, com a exibição do filme: Nada Vai nos Separar, no Centro Cultural, José Maria Vigo da Silveira. O filme este que em forma de documentário mostra a trajetória do Sport Club Internacional nos seus 100 anos.
O ingresso foi alimentos e brinquedos que foram destinados a Ação Social do município e que repassou os donativos ao Conselho da Comunidade. Ao fazer à doação as pessoas receberam um número para concorrer no final do filme a uma camiseta oficial do clube, o ganhador do sorteio foi Lucas Alérico Alves.
A entidade desde a fundação em 2006 realiza todos os anos Natal Colorado arrecadando alimentos e brinquedos para tornar o essa época do ano mais feliz.
Foto: Divulgação

Secretaria da Fazenda de Tapejara promove palestra sobre tributação


A Secretaria Municipal da Fazenda promoveu na terça-feira, 08/12, no Boone’s Restaurante, palestra com advogado e consultor tributário que onde presta consultoria e
assessoria tributária na área do ICMS para empresas da região e também à
Associação dos Municípios do Alto Uruguai - AMAU -, no que tange à área
tributária (retorno do ICMS aos Municípios e Legislação do ISS), Valdecir Moschetta.
Conforme o secretário, João Paulo Gardelin, “o objetivo desta iniciativa é conscientizar os contadores e empresários locais da necessidade de promover ações que visem o aumento do índice de participação do município no ICMS do Estado, visto a queda de arrecadação do município quanto ao Fundo de Participação dos Municípios - FPM”.
Estiveram presentes na palestra o prefeito Municipal, Seger Luiz Menegaz, o
presidente do Legislativo Municipal, Marcio Bertoglio e o secretário da
Fazenda João Paulo Gardelin, além de contadores e contabilistas tapejarenses registrados no CRC-RS, além dos escritórios contábeis cadastrados na Prefeitura Municipal e representantes de empresas do município.
Segundo João Paulo esta foi mais uma das palestras promovidas pela secretaria que
pretende também levar este assunto a demais comerciantes, empresários, agricultores e escolas municipais. A mesma palestra já foi realizada com os servidores, secretários e coordenadores da Prefeitura Municipal. Outra ação é a capacitação de servidores da
Secretaria da Fazenda para atuarem como Educadores Fiscais na disseminação
da importância do assunto para as crianças e adolescentes.
Foto: Rodinei Agostini

Bom Gosto: Wilson Zanatta recebe prêmio de destaque pela Assembleia Legislativa


A Laticínios Bom Gosto recebeu homenagem idealizada pelo deputado Estadual, Jerônimo Goergen (PP), na Assembleia Legislativa, na quinta-feira, 17/12, a homenagem também foi entregue ao Sindicato dos Produtores de Laticínios – Sindilat.
Goergen salientou a atuação do Sindilat. “O Sindicato tem se destacado por ser um órgão defensor da cadeia produtiva do leite em nosso Estado, obtendo avanços significativos no que refere-se à qualidade do leite ou de seus derivados, levado ao consumidor final, como também na luta por valores mais justos pagos aos produtores. Hoje o Rio Grande do Sul é o segundo produtor de leite do país, responsável por mais de 12% da produtividade brasileira, com mais de 3 milhões e 300 mil litros/ano, dados de 2008”.
Para homenagear a empresa Laticínios Bom Gosto, o deputado lembrou a história do empresário fundador Wilson Zanatta. “Aos 49 anos, bisneto de imigrantes italianos e filho de produtor de leite, nascido em Tapejara, onde estudou até 1974. Transferiu-se para Bagé e, em 1986, formou-se em Veterinária pela Urcamp. Em seguida, voltou a Tapejara, onde começou no negócio de laticínios do zero, ao lado da mulher Miriá e quatro funcionários. É o início de uma trajetória vencedora, que teve períodos difíceis, superados pela determinação deste notável empreendedor”
A empresa comercializa cerca de 12 diferentes linhas de produtos que incluem leite UHT, leite em pó, leite condensado, creme de leite, manteiga, queijo, requeijão, iogurte, bebida láctea, bebida à base de soja e sucos de fruta, e Goergen citou as perspectivas de ampliação da empresa: “No início deste ano assumiu as operações da unidade industrial da Parmalat em Garanhuns, em Pernambuco e, recentemente, adquiriu a fábrica da Nestlé em Barra Mansa, no Rio de Janeiro e a Laticínios Cedrense, de São José do Cedro, Santa Catarina. O investimento, no valor de 64 milhões de reais, inclui a compra de quatro unidades industriais, localizadas em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, com capacidade de processamento de 550 mil litros/dia. Com esta nova aquisição, a empresa passa a somar um volume de produção de 4 milhões de litros/dia, totalizando 1 bilhão e duzentos mil litros/ano, 24 unidades industriais, instaladas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Mato Grosso do Sul, conta com 3 mil e quinhentos funcionários, 32 mil produtores integrados e prevê um faturamento para o próximo ano de 2,3 bilhões de reais. Já tem investimentos projetados para a construção de uma fábrica no Uruguai, com capacidade inicial para processamento de 400 mil litros/dia, sendo a primeira indústria brasileira de laticínios a se instalar fora do país.”

O deputado encerrou afirmando que “Bom Gosto e Sindilat, denominações diferentes para duas organizações que se fundem em um mesmo objetivo, fortalecer o setor lácteo gaúcho para avançar em novos mercados, participando cada vez mais também no desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul.
A comitiva tapejarense que acompanhou a solenidade era formada pelo prefeito, Seger Menegaz, presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Bertoglio, vereadores Ramir Seben e Cledi Hanel e funcionários da empresa.
Fotos: Divulgação

Emater Passo Fundo promoveu dia de campo sobre Irrigação



Empresa tapejarense, Dalri Máquinas, foi destaque na demonstração de projeto

Aproximadamente mil produtores rurais participaram na tarde de terça-feira, 15/12, de um Dia de Campo promovido pelo escritório regional da Emater/RS-Ascar de Passo Fundo, na Fazenda São João.
Além de agricultores de cerca de 70 municípios da região de abrangência, prestigiaram o evento, o secretário Estadual de Irrigação, Rogério Porto, o secretário Adjunto de Meio Ambiente, Geancarlo Tusi Pinto, o presidente da Emater/RS, Mário Nascimento, a diretora Técnica Águeda Marcéi Mezomo, o diretor Administrativo, Cilon Fialho da Silva, secretários municipais, acadêmicos e estudantes das escolas agrícolas da região também participaram.
A atividade começou a ser desenvolvida no início da tarde, na propriedade de João Amantino. Através de cinco estações demonstrativas os técnicos da Emater/RS-Ascar trabalharam o tema Sustentabilidade Ambiental, Econômica e Social. Divididos em grupos os produtores percorreram as estações em sistema de rodízio. Uso do georreferenciamento na propriedade rural, adequação ambiental e introdução do componente arbóreo no processo produtivo, manejo de pastagens, cisternas e motobombas foram as atividades trabalhadas nesse Dia de Campo.
Para a diretora técnica Águeda Mezomo o evento é uma atividade dinâmica que oportuniza ao produtor adquirir mais conhecimentos e ter o contato com novas tecnologias e ideias inovadoras, que poderão ser aplicadas no campo a fim de diversificar sua atividade produtiva. Ela ressaltou a importância do tema escolhido e disse que é preciso trabalhar sempre com foco na questão ambiental. “É necessário que o social, o econômico e o ambiental estejam perfeitamente integrados na busca pelo desenvolvimento sustentável. É preciso buscar inovações tecnológicas, mas tendo sempre em mente a questão da preservação. É esse conjunto que vai manter o homem no campo, fazendo com que ele produza mais, com mais qualidade de vida”, destacou.
Irrigação – Na estação de cisterna e motobombas, o técnico Ivan Guantieri, do escritório regional de Passo Fundo, explicou a utilização de cisternas, seus custos e usos. Ele informou que através do Programa Estadual de Irrigação obtêm-se um subsídio de 50%. Sobre os benefícios da irrigação exemplificou dizendo que em uma propriedade irrigada produz-se em média de 20 a 30 mil litros de leite hectare/ano, enquanto no sistema convencional, sem irrigação, a produção fica entre 8 e 12 mil. “Há um aumento considerável na produção com a implantação do sistema de irrigação e também uma regularidade na oferta, o que garante bons negócios para os produtores”, disse ele.
A Dalri Máquinas de Tapejara executou o projeto desde a elaboração até a execução demonstrando as técnicas avançadas para a irrigação em propriedades voltadas para a produção leiteira.
Para o produtor João Amantino, proprietário da Fazenda São João, o sistema é simples, utiliza pouca mão-de-obra e apresenta um custo muito reduzido, sendo adequado à realidade dos pequenos produtores. “Hoje o produtor de leite não pode mais ficar sem irrigação e essa não é uma alternativa apenas para os anos de seca, mas para ser utilizada durante todo o ano”, disse.
Fotos: Valdecir Dalri
Legenda: Irrigadore fabricados pela Dalri Máquinas

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Lions Clube Tapejara recebe visita de Governador Ld7


O Lions Clube Tapejara recebeu a visita do governador do Ld7, Joaquim Côrrea dos Santos Rocha e sua esposa Dilá Costa Santos Rocha, na sexta-feira, 04/12.
No jantar comemorativo estiveram presentes, a presidente do Lions Clube Sananduva, Rosita Regnini, presidente licenciada do Lions Tapejara, Maria Basso, presidente interino, Valdir Tamanho, prefeito Municipal Seger Menegaz, presidente da Câmara de Vereadores, Marcio Bertoglio, representantes de entidades e empresários.
Nos pronunciamentos, Maria Basso, explanou sobre os projetos que estão sendo realizados pela entidade tapejarense e sobre o projeto de ser sede da Convenção Distrital com data prevista para 24/04 do próximo ano.
A entidade de atuação internacional conta atualmente com 45.410 unidades e aproximadamente 1 milhão de associados, presente em 243 países, cuja principal atividade é o serviços prestados a comunidade.
Segundo salientou Seger Menegaz, “a entidade é muito atuante em Tapejara, pois mobiliza a comunidade nas suas campanhas sociais algumas delas já tradicionais”.
Durante a instrução leonística o governador, Joaquim Rocha, falou sobre a importância das duas entidades LEO e Lions na sociedade e para os indivíduos no que tange o crescimento pessoal, profissional e na ajuda à comunidade, favorecendo assim o desenvolvimento de todos os envolvidos. Realizou a entrega de prêmios e troféus para alguns membros da entidade.
Valdir Tamanho enfatizou a importância do evento que será realizado em abril de 2010 com programação de atividades onde está estimada a presença de 600 membros convencionais de aproximadamente 72 municípios.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Presidência do Lions e casal Governador

JCI Tapejara: Posse e Distintivação de Novos Membros


A solenidade de Posse do Conselho Diretor 2010 da JCI Tapejara e distintivação de novos membros foi realizada no sábado, 05/12, no Bonne’s Restaurante que contou com a presença do presidente da JCI Brasil para o ano de 2010, Carlos Eduardo Parucker, prefeito Municipal, Seger Menegaz, presidente interino do Lions Clube Tapejara, Valdir Tamanho, membros da JCI Passo Fundo, Sananduva e Curitiba.
Durante os pronunciamentos a presidente 2009, Rosandra Fortunato relembrou fatos importantes do ano sob a sua gestão e reforçou a importância de participar de uma Ong que tem como metas principais o companheirismo e o voluntariado.
Para o presidente Nacional 2010, Parucker, o objetivo principal do próximo ano será expandir a organização para que mais jovens possam participar da JCI e também dar continuidade a grandes projetos que causam impacto positivo nas comunidades como é o caso do Oratória nas Escolas. Com relação à JCI Tapejara, que em 2011 completará 30 anos de fundação, declarou que, “a JCI Tapejara é muito especial para a JCI Brasil, considerando que esta é uma das organizações mais antigas do Brasil que contribui com a comunidade, possui vários membros que se destacam e atualmente tem um espaço muito grande principalmente pelo trabalho realizado pelos membros que leva o nome da cidade para outras partes do país”.
O prefeito Seger Menegaz destacou a importância das parcerias entre a entidade e o poder público no desenvolvimento de projetos durante o ano, “em Tapejara temos bons exemplos de líderes que foram membros da JCI e que se destacam na sociedade pelo trabalho que realizam frente a outras entidades, empresas e no setor público, sermos parceiros contribui com a comunidade tapejarense” – declarou Menegaz.
Adriana Sachetti, que assumiu a presidência da entidade ressaltando que “a JCI é a responsável por abrir muitas oportunidades nas suas diversas áreas de atuação e oferece aos jovens de 18 a 40 anos, cursos, a participação em projetos, concursos e eventos regionais, nacionais e mundiais”.
Durante o evento também houveram homenagens e entregas de troféus para os membros que se destacaram durante o ano, nas seguintes categorias: Aspirante Júnior mais destacado; Janine de Oliveira Lunelli, Melhor Moção, Subsídio para Convenção Nacional autoria de Cristiane Diestmann; Melhor Projeto, Guia Telefônico Regional coordenado por Luciano Zanchetta e Marcelo Zanchetta; Companheiro Júnior do ano, Rosandra Fortunato; Júnior Destaque, Édina Pereira e Companheiro Leitor 2009, Cristiane Diestmann.
O conselho Diretor 2010 está assim composto:
Presidente 2010: Adriana Sachetti
Vice-presidente Área Comunitária: Marilvane Arboit
Vice-presidente Área Individual: Édina Pereira
Vice-presidente Área Internacional: Sivone Panisson
Vice-presidente Área de Negócios: Laurimar Coronetti
Assessora Legal: Rosandra Fortunato
Diretora de Marketing: Janine de Oliveira Lunelli
Diretora do Capitulo 100%: Cristiane Diestmann
Secretária: Josiane Gregoletti
Secretária de Atas: Andreia Hubert
Tesoureira: Fátima Dalzotto
Presidente Subsequente: Édina Pereira
Fotos: Marilvane Arboit
Legendas: Conselhor Diretor: Andréia, Rosandra, Adriana, Josiane e Édina.

Sindilojas terá nova diretoria em 2010


O Sindilojas de Tapejara elegeu na segunda-feira, 07/12 a nova diretoria que irá estar a frente da entidade por 04 anos. A votação foi em chapa única sob a presidência do empresário Arlindo Barizon. A nova diretoria tomará posse no dia 17/01 e deverá comandar a entidade por 04 anos.
Diretoria eleita:
Presidente: Arlindo Marcos Barizon,
1º vice-presidente: Joel João Perera,
2º vice-presidente: Lídio Marcon,
Vice-presidente de Finanças e Patrimônio: Valdir Tamanho,
Diretor de Finanças e Patrimônio: Mauro Dalagasperina,
Vice-presidente Administrativo: Odil Léo Bianchini,
Diretor Administrativo: Luciano Zanchetta,
Diretor do Conselho de Relações do Trabalho: Sirinei Panizzon,
Diretor do Conselho de Desenvolvimento de Produtos e Serviços: Ivan Casamali,
Diretor do Conselho de Formação Empresarial: Ramir Zulian
Diretores Suplentes: Eliana Piroli; Janrie Colussi; Celso P. Scariot; Osmar Bortolotto e Carlos Dalzotto.
Conselho Fiscal Titulares: Valdir Pietrobon e Edson Rech.
Conselho Fiscal Suplentes: Enio Broch e Celso Fontana.
Representantes Junto à Federação Titulares: Arlindo Barizon e Sirinei Panizzon.
Representantes Junto à Federação Suplentes: Joel Perera e Odil Léo Bianchini.
Foto: Tatiana da Rosa
Legenda: Presidente e vice da entidade assumirão em janeiro

Paulo Bortolotto: eleito presidente da Acisat


A eleição foi realizada na terça-feira, 01/12, no Restaurante Velho Casarão, na reunião mensal e assembleia ordinária.
Durante a reunião o mestrando em Administração e secretário Municipal da Fazenda, João Paulo Gardelin, relatou sobre sua pesquisa que comprovará o empreendedorismo tapejarense, segundo ele esse trabalho fará parte de um livro.
Na assembléia, houve a eleição do novo presidente da entidade para 2010. Foi eleito por unanimidade o jovem empresário Paulo Bortolotto como presidente e Joel Pereira, vice-presidente, que neste este mês formarão a nova diretoria da entidade. A posse acontecerá em janeiro de 2010.
Fotos: Rodinei Agostini
Legenda: Nova diretoria: Paulo, Joel e Luciano

Programa de Habitação Rural recebeu recursos de município


O prefeito municipal de Tapejara, Seger Menegaz, entregou a 15 agricultores do município R$ 45 mil para construção e reforma de moradias do interior, esse recurso é um convênio para habitação rural realizado entre município e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. A entrega foi realizada na segunda-feira, 07/12, na sede da entidade que contou com a presença do secretário da Agricultura e Meio Ambiente e vice-prefeito, Vilmar Merotto, presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Bertoglio, gerente do Banrisul, Marco Antonio Arsego, gerente da Caixa Econômica, Nelson Tognon, secretários municipais, vereadores e agricultores contemplados por esse programa.
Segundo o presidente do sindicato, Adagir Coronetti, o convênio com o município para habitação rural é pioneiro no Estado e vai auxiliar na melhoria das condições de vida dos produtores, acrescentou ainda que os demais municípios da região possam seguir esse exemplo e destinar recursos para beneficiar os produtores.
Merotto relatou os programas que estão sendo desenvolvidos pela Secretaria para auxiliar os produtores com soluções praticas que contribuam no dia a dia da propriedade, deu ênfase para o Projeto Semear que consiste no auxílio aos agricultores que não possuam maquinário agrícola para plantarem a próxima safra, “esse projeto foi pensado para servir de incentivo aquele produtor rural de propriedades relativamente pequenas que não dispõe de maquinário para plantar que precisam pagar com isso o poder público está com um plano de subsídios que podem chegar a até 80% na ajuda de custo, conforme uma tabela já definida” – destacou o secretário.
Menegaz ressaltou a necessidade de manter o agricultor no campo produzindo alimento para o desenvolvimento do município: “Nossa administração tem a moradia como prioridade e, com essas 15 famílias beneficiadas, daremos mais conforto também para quem vive no campo.” – destacou o prefeito.
Foto: Janine de Oliveira
Legendas: Agricultor recebeu subsídio para investir em sua residência

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Copal: parceria leva empresa a fabricar pneus com marca própria


A Copal começou no mês de setembro a comercializar pneus com marca própria. Segundo o diretor da empresa. Sirinei Panizzon, “os pneus são produzidos numa fábrica em Montevidéu, no Uruguai, a Funsa, temos uma parceria com a empresa e o compromisso de comprarmos toda a produção com a marca Copal”.
Os pneus são para máquinas pesadas de terraplenagem direcionados para vendas a órgãos públicos, “cabe ressaltar que somos a primeira empresa do Estado a ter uma marca de pneus desse porte registrados” – explicou Panizzon.
Com isso a empresa se destaca no cenário econômico oferecendo produtos de qualidade nacional, “essa é uma iniciativa que comprova para o país o empreendedorismo de Tapejara, comercializamos com os Estados de São Paulo todos os da região Sul e em janeiro estaremos entregando pneus para o Mato Grosso do Sul”.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Pneus da marca Copal

Preso Traficante em Tapejara


A Brigada Militar de Tapejara em apoio a Guarnição da Brigada Militar de Água Santa, no dia 13/11, às 21h, foi solicitado para abordagem de um veículo VW Gol de cor branca, o qual saiu do interior de um mato, localizado na estrada de acesso ao município de Água Santa. O condutor deste veículo, ao ver a presença da viatura da brigada de Água Santa, arremessou o veiculo para cima do policial, vindo a atingir a lateral da viatura, fugindo do local, sendo abordado logo em seguida.
Ao fazer revista pessoal no condutor do veiculo identificado por Orlei José de Quadros, mais conhecido como Pequeno, 30 anos, a BM encontrou R$ 645 em dinheiro e mais dois cheques no valor total de R$ 790. Ao verificar junto ao mato onde o condutor estava, foi encontrado um tijolo prensado de uma erva esverdeada com cheiro e características a maconha pesando aproximadamente 935 gramas e mais 50 gramas de cocaína.
Mediante os fatos, o veiculo, o condutor e a droga foram apreendidos e apresentados na Delegacia de Polícia de Tapejara, sendo logo em seguida o acusado conduzido ao Presídio Regional de Getulio Vargas, onde ficara a disposição da justiça.
Conforme informações esta foi a maior apreensão de cocaína realizada pela BM nos últimos anos.
Foto: Divulgação
Legendas: Grande quantidade de dinheiro e drogas é encontrada com traficante

Tapejara entra na Campanha Crack Nem Pensar


O LEO Clube de Tapejara em parceria com a Prefeitura Municipal de Tapejara promoveram, na sexta-feira, 20/11, palestra com o representante da CUFA (Central Única de Favelas) e repórter da RBS TV, Manoel Soares, sobre a campanha Estadual, Crack Nem Pensar, voltada para a prevenção ao uso de crack, principalmente entre os jovens de classes mais baixas.
A palestra foi ministrada para estudantes e comunidade. A dinâmica do apresentador e maneira de expor um assunto tão sério prendeu a atenção do público, Manoel explicou de forma simples e de entendimento fácil, aspectos relacionados ao vício, como funcionamento do organismo sob efeito do crack além de mostrar episódios da sua série de reportagens, com depoimentos de viciados que aconselham os jovens a não experimentar a droga que vicia desde a primeira pedra.
O Crack já está sendo considerado uma pandemia social, pois segundo os dados apresentados por Manoel, apenas no Estado, por ano são consumidos cerca de 2,4 toneladas da droga, esse é um dado alarmante e preocupante pois além dos efeitos físicos a droga está associada também a diversos crimes, pois as pessoas que o experimentam sentem uma compulsão (desejo incontrolável) de usá-lo de novo, estabelecendo rapidamente uma dependência física, pois querem manter o organismo em ritmo acelerado. Para conseguir, então, sustentar esse vício, as pessoas começam a usar qualquer método para comprá-lo. Submetidas às pressões do traficante e do próprio vício, partem para o tráfico de drogas, aliciamento de novas pessoas para o vício, roubos, assaltos e prostituição infantil. O baixo custo da pedra – em torno de R$ 5 – revela-se ilusório. Empurrado para o precipício da fissura, o dependente precisa fumar 20, 30 vezes por dia.
Estudiosos asseguram que "todo usuário de crack é um candidato à morte", porque ele pode provocar lesões cerebrais irreversíveis por causa de sua concentração no sistema nervoso central.

A recente aprovação do aumento de pena para tráfico de crack pelo Senado, a lei determina como pena para o crime de tráfico reclusão de cinco a 15 anos e pagamento de R$ 500 a 1,2 mil por dia. Se o projeto de lei for sancionado, a pena pode ser acrescida de dois terços ou até o dobro, a proposta do senador Sérgio Zambiasi (PTB-RS) será encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.
Segundo informações obtidas com a Polícia Civil, o tráfico do crack é difícil de controlar, pois há alguns anos os traficantes não eram consumidores, agora não há essa divisão, e a Lei pune ao consumidor com penas severas, apenas com pagamento de fiança ou serviços sociais, o fato aliado aos traficantes andarem com pouca quantidade de droga dificulta a punição, ainda as denúncias anônimas são as que ajudam o trabalho da polícia.
Na palestra da noite, com presença do prefeito municipal Seger Luiz Menegaz e de outras autoridades, Manoel Soares aproveitou para explicar aos presentes como o crack chega às camadas mais pobres da sociedade e porque essas pessoas acabam se rendendo ao vício mostrou em vídeos e imagens o efeito devastador da droga que afeta as pessoas de maneira física e psicológica e exigiu das autoridades presentes uma resolução para o problema.
Em Tapejara no início deste ano várias entidades propuseram projetos para efetivar campanhas e ações para prevenir o uso de drogas pelos jovens, principalmente em áreas consideradas de risco, onde a propensão ao consumo é maior, no entanto, não foram colocados em prática, um dos projetos de iniciativa Municipal que convém citar é o Projeto Segundo Tempo, que disponibiliza atividades em turno extra para os alunos da rede municipal, que atende cerca de 1.500 crianças. Porém falta ainda para os adolescentes e que as demais camadas da sociedade se mobilizar a exemplo desse evento oportunamente organizado pela entidade com apoio do poder público.
Foto: Divulgação/ Janine de Oliveira
Legenda: Manoel e organizadores do evento; Explicações práticas abordadas pelo palestrante foram ponto alto do evento

Poemas, dança, teatro e arte em cena



III Concurso de Poemas do IABRBT envolveu escola em torno da arte

Uma noite de cultura, onde as pessoas que estiveram presentes puderam apreciar as diferentes manifestações culturais, da dança ao teatro, da poesia à consciência ambiental. E tudo produzido dentro da escola, com a cooperação entre alunos e professores, com a troca de idéias e incentivos. O III Concurso de Poemas Infanto-Juvenil do Barão do Rio Branco de Tapejara teve como tema "Que mundo esse?”, reproduzindo a temática que vem sendo trabalhada ao longo do ano em diversos projetos na escola. Na decoração foram usados exclusivamente materiais recicláveis. Na entrada, placas de papel reciclado acondicionadas em garrafas pet formavam o caminho que era percorrido até o local do espetáculo. E nas placas, as frases relembraram ações de cuidado com o meio ambiente. Painéis com materiais reciclados e uma obra de arte confeccionada pela turma da 8ª série complementou a temática. No fundo do palco um grande painel construído em papelão exibia o globo, formado por fundos de garrafas pet, numa contribuição da área de artes da escola ao Concurso.
No intervalo da apresentação de cada poema classificado, os alunos transmitiam mais informações sobre o meio ambiente, enquanto um telão exibia imagens da natureza. Vinte e quatro poemas produzidos pelos alunos do segundo ano do Ensino Fundamental até a terceira série do Ensino Médio foram declamados. No intervalo, os pais e convidados puderam assistir a pela de teatro Flicts, com os alunos da Oficina de Teatro da escola, vencedores de quatro prêmios no Festival Regional de Teatro de Tapejara. As alunas da turma do ballet do Centro de Danças Baillar de Tapejara mostraram danças típicas da Espanha, Escócia e da China. “Foi um dos momentos mais gratificantes para os professores e a direção da escola, que viram o trabalho desenvolvido com os alunos durante o ano, ser tão prestigiado pela comunidade”, disse a coordenadora pedagógica, Fernanda Nunes Scharff.
Confira os vencedores do concurso:
Categoria de 1ª a 4ª Série - Ensino Fundamental:
- 1º Lugar: Tesourinha – Cândida Carissimi – 2º Ano A
- 2º Lugar: O amor da minha vida – Natália Costa Boff – 4ª Série
- 3º Lugar: Gato Xadrez – Anne Gabrielle Cipriano 2º Ano B
- Destaque Declamação: Formas geométricas e cores – Júlia Caldatto - 3º Ano A
Categoria de 5ª A 8ª Série - Ensino Fundamental:
- 1º Lugar: Memórias – Guilherme Ficagna – 8ª Série
- 2º Lugar: Confusões – Gabriel Rodighero – 6ª Série
- 3º Lugar: No mundo em que vivo – Débora Costella – 7ª Série
- Destaque Declamação: Meu eu que faz o mundo – Mônica Manica – 7ª Série
Categoria de 1ª A 3ª Série - Ensino Médio:
- 1º Lugar: A terra da fantasia – Marina Dametto – 2ª Série do Médio
- 2º Lugar: Nada foi em vão – Gabriela Borgo – 2ª Série do Médio
- 3º Lugar: Tempo – Leonardo Brescovit – 3ª Série do Médio
- Destaque Declamação: Nada foi em vão – Caroline Danieli – 5ª Série
Fotos: Artusi
Legenda: Vencedores desta edição do concurso

Bom Gosto anuncia Compra da Laticínios Cedrense

A Laticínios Bom Gosto que, no início deste ano, assumiu as operações da unidade industrial da Parmalat em Garanhuns (PE) e, recentemente, adquiriu a fábrica da Nestlé em Barra Mansa (RJ), anuncia a aquisição da Laticínios Cedrense, de São José do Cedro, Santa Catarina. O investimento, no valor de R$ 64 milhões, inclui a compra de quatro unidades industriais, localizadas em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, com capacidade de processamento de 550 mil litros/dia, para produção de leite Longa Vida (UHT), achocolatado, creme de leite, nata em pote, manteiga, requeijão, queijos, e linha light, composta pelos queijos Minas, Mussarela e Prato, além de Ricota e Requeijão.
Com esta nova aquisição, a empresa passa a somar um volume de produção de 4 milhões de litros/dia, totalizando 1,2 bilhão de litros/ano, 24 unidades industriais, instaladas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Mato Grosso do Sul, conta com 3,5 mil funcionários, 32 mil produtores integrados e prevê um faturamento para o próximo ano de R$ 2,3 bilhões.
A Bom Gosto, quarta maior empresa em volume de captação de leite no país e a primeira em processamento de leite Longa Vida (UHT), que obteve um expressivo crescimento este ano, amplia ainda mais a sua participação no mercado nacional e prepara a expansão de seus negócios para o exterior, com a inauguração de uma nova unidade industrial em Tapejara (RS), para processar 600 mil litros/dia, prevista para o início do próximo ano. Além dos investimentos projetados para a construção de uma fábrica no Uruguai, com capacidade inicial para processamento de 400 mil litros/dia, que será a primeira indústria brasileira de laticínios a se instalar fora do país.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Estado Repassa R$ 160 mil para Água Santa


O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da Secretaria Estadual da Saúde, e o Município de Água Santa, assinaram na terça-feira, dia 10/11, em Porto Alegre, termo de compromisso para repasse de verbas destinadas à construção de Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O investimento do Governo do Estado, que totalizou R$ 8 milhões.
Conveniadas ao Sistema Único de Saúde, as UBSs oferecem serviços de atenção básica, com equipes de médicos, enfermeiros e serviço de vacinação. A estrutura das novas UBSs irá variar de acordo com as necessidades de cada cidade.
A 6ª Coordenadoria Regional de Saúde, que esteve representado pelo Delegado Adjunto, Everton Augusto Rosa, teve 03 municípios beneficiados pelos repasses: Água Santa, Marau e Santo Expedito do Sul. Segundo Everton, "a entrega dos recursos é resultado do mérito dos gestores municipais que aderiram aos programas da Secretaria da Saúde”. A seleção das cidades beneficiadas seguiu critérios técnicos: o percentual de cobertura do programa Estratégia Saúde da Família (ESF), o número de equipes do programa Primeira Infância Melhor (PIM) e o menor coeficiente de mortalidade infantil, para Água Santa foram destinados R$ 160 mil.
Foto: Divulgação
Legenda: Everton Rosa e Prefeito Antônio.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Real Indústria de Embalagens: investindo em qualidade e eficiência


A Empresa Real Indústria de Embalagens Ltda, do proprietário Jovir José Rebelatto, foi fundada em 24/08/2005, iniciou as atividades em 03/10/2005, quando adquiriu a Padrão Indústria de Embalagens Ltda.
“A partir de 2006, iniciamos uma nova face na empresa, adquirimos uma Máquina Impressora flexografia bicolor nova, mudando com isso radicalmente o processo de produção na empresa, pois até então o processo era feito manualmente e o corte em serra” – relembrou Jovir.
Com isso a produção se tornou mais eficiente o que aumentou a demanda pelo produto o que levou a contratação de dois vendedores externos e a necessidade de novas instalações e em 2008 foi construído prédio de 1.446 m² no Distrito Industrial de Tapejara, também foi adquirido um caminhão Mercedez Benz 712 C utilizado na entrega de produtos.
Neste ano a aquisição de duas novas máquinas, uma coladeira semi automática e uma enfardadeira para reciclagem do papel aparas (restos) marcou a excelência nos serviços prestados aumentando a qualidade e rapidez nas entregas.
A Real Indústria de Embalagens produz caixas de papelão, embalagens de papel para produtos alimentícios voltados para tele-entregas e para padarias e confeitarias se destaca no mercado pela qualidade, rapidez nas entregas e condições de pagamento. Pretende ampliar o atendimento e a infraestrutura se consolidando como empresa modelo no setor.
Foto: Rodinei Agostini
Legenda: Fachada da empresa no Distrito Industrial de Tapejara

JCI Tapejara: Planejamento 2010

A JCI Tapejara realizou no sábado, 08/11, a oficina para Revisão do Planejamento Estratégico e o planejamento para 2010, com os instrutores da JCI Brasil Ezequiel da Rosa (JCI Carazinho) e Moacir da Silva Junior (JCI Passo Fundo).
Durante a oficina foram avaliados os projetos realizados no ano e discussão sobre os projetos que serão organizados pela entidade, dentre os destacados pelos membros, foram: Oratória nas Escolas, Oratória e Debate internos, O Futuro em nossas mãos, JCI Tapejara 30 anos, Jantando com a Sorte e Mantenedores.
Segundo a presidente 2010, que tomará posse no dia 05/12, Adriana Sachetti, “esse é um momento importante para a revisão das atividades, serve como ferramenta na elaboração e condução das ações da JCI”.
A próxima etapa do planejamento para 2010 será uma reunião com os integrantes do conselho Diretor para a planificação dos projetos.


Projeto Jantando com a Sorte
Em parceria com a S.E.R.C. Funil e a Apae, será realizado o jantar bingo na sexta-feira, 27/11, na sede da S.E.R.C. Funil, o lucro da copa será destinado a Apae, segundo uma das coordenadoras do projeto, Josiane Gregoletti, “o Projeto Jantando com a Sorte acontece há mais de 10 anos em Tapejara, esta será a 8ª edição da parceria com o Funil. Dentre os objetivos está a capacitação dos membros através da participação e sua colaboração durante o evento, despertar o espírito de equipe e principalmente a liderança, cuja palavra é tão destacada quando falamos em JCI”.
Durante o evento ainda serão distribuídas mudas de árvores nativas pelo projeto - O Futuro em Nossas Mãos – em parceria com o Departamento do Meio Ambiente de Tapejara.

Emater promoveu Seminário Regional


A Emater/RS - Ascar de Tapejara promoveu na quinta-feira, 12/11 Seminário Regional de Bem Estar Social, no Centro Cultural de Tapejara.
Estiveram presentes no evento representantes de unidades da Emater de 58 municípios da região, a chefe do escritório Municpal da Emater Tapejara, Rosângela Dallagasperina, o prefeito de Tapejara Seger Menegaz, o vice-prefeito e secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Vilmar Merotto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tapejara, Adagir Coronetti, vereadores Cledi Hanel e Inézio Cadore e representantes de entidades.
Durante o seminário houve apresentações artísticas pelas crianças do Projeto Segundo Tempo, palestra com o empresário presidente do grupo Bom Gosto, Wilson Zanatta, com o tema Empreendedorismo. Zanatta relatou aspectos importantes da sua trajetória que o levaram através de sua visão para o agronegócio, “no início da empresa a ajuda da Emater foi muito importante para a Bom Gosto” – destacou Wilson Zanatta.
Dentre as demais atividades do seminário houve a apresentação de uma peça teatral sobre o trabalho da Emater, palestra sobre o Papel do Extensionista Social e Rural e visita a uma empresa tapejarense.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda:Zanatta relata sua trajetória no agronegócio

Bom Gosto: empresa cresceu 300 vezes em 9 anos com recursos do BNDES


A revista Isto É Dinheiro publicou na edição de novembro trouxe a manchete a “Os eleitos do BNDES”
A matéria traz a lista das empresas que receberam investimento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Dentre as empresas está na lista a Laticínios Bom Gosto, onde foram investidos cerca de R$ 300 milhões, que foram utilizados tanto em compras de ações quanto em empréstimos. Em menos de 10 anos a empresa presidida por Wilson Zanatta saltou da receita de R$ 5 milhões, em 2000, para cerca de R$ 1, 5 bilhão, neste ano.
“Meu maior impulso para crescer, de fato, veio do BNDES” – finalizou o empresário que fez a empresa crescer 300 vezes em 9 anos.

Hospital Santo Antonio inaugura mais 04 quartos


Mais projetos e investimentos irão beneficiar o setor nestes próximos anos


A Sociedade Hospitalar Beneficente Santo Antônio de Tapejara inaugurou 04 quartos, no domingo, 08/11. Os quartos serão destinados para atendimento dos conveniados pelo Tapcard e outros convênios. Na solenidade estiveram presentes autoridades municipais, regionais, representantes de entidades, funcionários do hospital e comunidade em geral.
Em entrevista ao NT, o presidente da entidade Sirinei Panizzon, falou sobre as realizações e investimentos nestes 8 meses a frente do HSA, “em abril inauguramos 04 quartos novos no Hospital e agora passamos a contar com 08 quartos, com a situação que se encontra o Hospital de Ibiaçá, aumentaram o numero de cirurgias realizadas em Tapejara e precisamos atender adequadamente aos pacientes que procuram os serviços do hospital”.
Sirinei Panizzon, destacou ainda que já foram adquiridos 03 equipamentos, um Eletrocardiógrafo com recursos do Banrisul, de um Resectoscópio – Vídeo laparoscopia usado nas cirurgias e um Cardiotocografo fetal para ser usado no programa Casa da Gestante, com recursos do hospital, além de pequenas reformas no prédio da instituição.
Os investimentos foram possíveis pela abertura de novas adesões ao Tapcard, “estamos realizando investimentos que beneficiará a toda a população com recursos do Tapcard, assinei mais de 200 novas adesões” ponderou o presidente.
Para o ano de 2010, o presidente anunciou mais investimentos, “conseguimos liberar os recursos da consulta Popular de 2008, que a governadora Yeda Crusius recentemente assinou liberação de R$ 107 mil, para compra de um novo aparelho de Raio-X, o próximo passo será a licitação para a aquisição do aparelho, com previsão de utilização em janeiro”
Recentemente a diretoria do HSA assinou a venda do terreno ao lado do Posto de Saúde, para o município, que tem um projeto de construção de um Posto para Especialidades, “esse projeto interessa ao Hospital, por duas razões, a primeira, pois significará a centralização do atendimento e os recursos dessa negociação serão utilizados integralmente nas reformas a infraestrutura, isso quer dizer que o próximo ano será de realizações” – afirmou Panizzon.
Ainda segundo informou o presidente já foi contratado um engenheiro que está fazendo o projeto de um Centro de Diagnósticos, criando assim uma área específica para a realização de exames, de uma ala para internação e tratamento de dependentes químicos, melhorias nos quartos destinados a pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde), responsável por 60% das internações no local e ampliação da Urgência e Emergência.
Segundo Panizzon o trabalho que está sendo feito é para tornar o Hospital Santo Antônio um centro de saúde regional, buscando diminuir o fluxo de internações em Passo Fundo.
Presente no evento o prefeito municipal de Tapejara, Seger Luiz Menegaz, aproveitou para anunciar um convênio firmado entre município e hospital para a realização de mamografias e cirurgias eletivas. Segundo Menegaz, com este convênio pretende-se diminuir as filas e auxiliar as famílias de baixa renda.
No mesmo dia foi assinado um protocolo de intenções entre hospital e município para a compra de um terreno do hospital, onde será construído um novo posto de saúde. O valor do terreno é de aproximadamente 300 mil reais e já existem duas emendas parlamentares do Deputado Federal Darcísio Perondi, no valor total de 200 mil reais para a construção do novo posto de saúde. Segundo Menegaz este posto de saúde prestará serviços com médicos especialistas e terá consultórios de fisioterapia, um serviço muito procurado pela população tapejarense.

Projeto Asfalto Urgente: presidente da comissão concede entrevista


Após aproximadamente 1 ano de ações intensas, encerrou no dia 16/10 as atividades da Comissão do Projeto Asfalto Urgente – A região não pode parar, iniciativa importante que apresentou a todo o Estado as carências na infraestrutura rodoviária da região e mostrou as potencialidades econômicas que mesmo com todas as dificuldades, empresários e poder público de Tapejara, Charrua, Água Santa, Santa Cecília do Sul e Vila Lângaro continuam investindo, gerando emprego e renda.
Em entrevista exclusiva ao diretor do NT, jornalista Rodinei Agostini, o empresário e presidente da Comissão, Cláudio Bianchini, falou sobre os aspectos acerca do projeto e um balanço sobre os resultados alcançados.
Novo Tempo - Qual a sua avaliação no encerramento do projeto que teve quase um ano de duração?
Cláudio Bianchini - Conseguimos unir a comunidade, recebemos o apoio do poder público, independentemente de partidos, isso já demonstra o diferencial desta campanha, mas principalmente foi possível viabilizar que a maioria das obras solicitadas pelo projeto venha a acontecer, sabíamos desde o início que estávamos trabalhando com obras que serão concluídas em longo prazo. Na reunião realizada com a jornalista da RBS, Ana Amélia Lemos, ela caracterizou o projeto como uma atitude inteligente, pois conseguimos unir não apenas um município, mas cinco, além de todas as entidades representativas, sempre enaltecendo o que temos de bom na região e frisando que não pretendemos parar mas que para isso necessitamos que o Estado faça a sua parte. Nosso trabalho com certeza juntamente com todas as entidades deu resultado.
NT - Sobre o investimento de quase meio milhão de reais em mídia e divulgação. Elevou ainda mais nome de Tapejara para todo o Estado e até em nível nacional?
C.B – Nossa meta desde o início em agosto de 2008 foi levantar recursos entre comunidade empresarial e poderes públicos municipais para investirmos em marketing, aproximadamente R$ 400 mil, que foram gastos em mídia impressa, rádios e televisão, tudo planejado para sensibilizar os governantes e dar aos municípios que formam a Grande Tapejara, mostrando ao Estado e ao País que aqui produzimos e somos responsáveis por uma parte expressiva de retorno em impostos.
NT – A proposta de implantação do Eixo Serra/Norte que pretende desafogar o fluxo de trânsito em duas rodovias perigosas pela sinuosidade a RS 324 Marau-Passo Fundo e a RS 463 Tapejara-Coxilha, isso irá contribuir para alcançar as obras do projeto?
C.B. – O eixo Serra/Norte, conforme as informações irão pavimentar o trecho Tapejara/Charrua, Água Santa/Tapejara e Tapejara/Santa Cecília do Sul representando assim uma nova rota que encurtará a distância para Caxias do Sul, Erechim e demais regiões do Estado e uma opção importante para desviar o transito pesado de duas rodovias que atualmente não comportam mais o tráfego intenso.
N.T. – Suas considerações e a mensagem do presidente do Projeto Asfalto Urgente – A Região Não Pode Parar, a todos que se envolveram e trabalharam nesta comissão?
C. B. - Agradeço a todos que colaboraram com o projeto, principalmente a imprensa tapejarense que fez a divulgação gratuitamente, entidades e autoridades que se envolveram com as ações da comissão, bem como, as inúmeras pessoas que contribuíram gratuitamente e algumas delas financeiramente. A iniciativa está sendo copiada em diversas regiões do Estado, conseguimos consolidar ainda mais a imagem de Tapejara e região pelo empreendedorismo e visão não apenas empresarial mais social.
Foto: Arquivo NT
Legenda: Cláudio Bianchini

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Pietrobon comemora seus 41 anos com Inauguração de unidade no Paraná



Com a nova unidade de produção a estimativa é que em 2010 a produção de Ovos de Páscoa chegue a 6,5 milhões

A Pietrobon empresa que atua no ramo alimentício desde 1968, comemorou 41 anos no dia 1º de junho e para marcar a data inaugurou na segunda-feira, dia 19/10 a unidade industrial em Guarapuava/PR.
A empresa que investe na modernização de seus processos, na formação de seus colaboradores e na busca de novos desafios. A Pietrobon mantém a fabrica sede em Tapejara, uma unidade de produção em Guarapuava/ PR e uma filial administrativa em Ourinhos/SP. Em todo grupo são cerca mil empregos, entre diretos, indiretos e temporários, contratados para suprir a demanda de setembro a abril, nos períodos de Natal e Páscoa.
Os produtos Pietrobon são vendidos em todo Brasil, países das Américas, Europa, África e Ásia. São mais de 20 países atendidos pelos quatro cantos do planeta.
Guarapuava é um município localizado estrategicamente no centro do Paraná. Está próximo do porto de Paranaguá, países vizinhos da América Latina e também do Estado de São Paulo, facilitando as exportações e agilizando a distribuição dos produtos.
A unidade foi construída em um terreno de 50 mil metros quadrados, localizado na BR 277 no Bairro Jardim das Américas. Em uma primeira etapa, já concluída e em funcionamento, são 5 mil metros quadrados de área. Outro prédio, do mesmo tamanho, será levantado nos próximos meses, totalizando investimentos de R$ 10 milhões de reais.
Já em 2009 serão gerados 200 empregos diretos com mão de obra da cidade de Guarapuava, com previsão de crescimento de 20% ao ano.
A unidade de Guarapuava terá três linhas de produção, fabricando bala mastigável, chocolate fracionado e pó para sorvete, enquanto a fábrica de Tapejara ficará com a bala dura e caramelo, pirulitos, chocolate fracionado e ao leite, tubos e mangueiras. Inicialmente, 10 % da produção paranaense será exportada.
Atualmente as balas Pietrobon estão em 5ª lugar no ranking de marca mais conhecida do Sul do país, sendo a única do sul a aparecer na pesquisa da conceituada Revista Supermercado Moderno. Na área de ovos de Páscoa a empresa possui capacidade de produzir 10% da produção nacional. Para a Páscoa de 2010 a previsão é de 6,5 milhões de ovos, destes 3,3 milhões serão produzidos em Guarapuava-PR. A expectativa em médio prazo, é de ter uma fatia de pelo menos 5% do mercado de chocolates.
Conforme o diretor da Pietrobon – Unidade de Guarapuava, Cláudio Pietrobon, “viemos com o intuito de criar uma nova unidade industrial, produzindo uma linha de balas, ovos de páscoa, de potes de sorvete, tínhamos interesse em por uma filial fora do Rio Grande do Sul. O que mais pesou na escolha foi o entroncamento rodoviário muito bom, ótimo deslocamento, proximidade com o Porto de Paranaguá, com a Capital e também o incentivo fiscal da Prefeitura, auxílio do governo paranaense para vir para cá, porque a nossa empresa gera muita mão de obra. E viemos com o intuito de diversificar a economia local. O total de investimentos foi de ao todo foi investido R$ 10 milhões, entre a empresa, Município e Estado”.
Com relação a geração de empregos Cláudio ainda destacou que a nova unidade está com 200 pessoas trabalhando, “isso representa mais um sonho de crescimento e nossa política é sempre de pés no chão, vista que neste ano foi necessário superarmos 3 grandes problemas que afetaram o setores, a crise mundial, a gripe suína que parou as escolas e as crianças são os grandes consumidores e por último a queda do dólar que fez as exportações despencarem e hoje a globalização força que a pessoa que compra compre mais barato” – ponderou o diretor da unidade paranaense.
Fotos: Rodinei Agostini

Ana Amélia Lemos palestrou em Tapejara


O Clube Amigos da Terra com apoio da Acisat e da RBS TV promoveu na quinta-feira, 22/10, uma reunião jantar no Clube Comercial de Tapejara com a palestra da jornalista Ana Amélia Lemos, sobre Políticas Agrícolas.
Estiveram presentes autoridades regionais, municipais, representantes de entidades, associados do Clube Amigos da Terra e da Acisat, o evento contou com a participação de aproximadamente 500 pessoas.
Anteriormente a palestra, Ana Amélia Lemos participou de uma reunião com membros da comissão do Projeto Asfalto Urgente, onde pode receber informações a cerca do projeto para realizar em seus comentários na Rádio Gaúcha e na RBS, sobre a iniciativa da região em solicitar melhorias na infraestrutura, segundo a jornalista, “esse projeto está muito bem estruturado, as reivindicações foram realizadas de forma inteligente, pois além de mostrar as dificuldades mostrou também a capacidade de produção, estão exigindo o que é um direito da comunidade” – destacou Ana Amélia.
A grande palestrante da noite expôs aos presentes questões que envolvem a Política Agrícola, como a Novo Código Florestal, que deverá entrar em vigor em 11/12 e trata sobre as reservas legais e áreas de preservação permanente, além de outros aspectos como financiamentos e política de preços para que investidores e produtores se mantenham informados e busquem alternativas para tornar o setor forte, visto que a base da economia gaúcha é a Agricultura que gera recursos e muitas matérias primas.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Ana Amélia Lemos abordou Politicas Agrícolas em Tapejara

FAT abre inscrições para vestibular de verão

Estão abertas até o dia 24 de novembro as inscrições para o vestibular de verão da Faculdade Anglicana de Tapejara, para o curso de Administração. A prova será aplicada no dia 28 de Novembro, sábado.
A área de Administração é considerada a área que mais emprega no país e uma das que melhor remunera os seus profissionais. Na atual conjuntura econômica do Brasil, o mercado de trabalho para administradores está crescendo. Grandes companhias estão ampliando seus quadros de funcionários, e as empresas familiares se profissionalizando e buscando candidatos com boa formação para fazer parte de seus quadros. “Isso se observa como efeito do crescimento da economia, as empresas tem necessidade e melhores condições de investir em recursos humanos”, diz o coordenador do curso, o administrador Mauro Brandão. Como a atuação do administrador é muito diversificada, esse profissional é procurado por todo tipo de empresa (fabril, comercial, serviços, agronegócio) e de praticamente todas as áreas. Segundo o Conselho Federal de Administração, o setor de serviços é o que mais oferece oportunidades de trabalho, especialmente consultorias, empresas do setor de turismo e lazer e instituições de ensino e educação. O coordenador do curso salienta que, além disso, o acadêmico ganha formação para abrir o seu próprio negócio. “Na FAT a ênfase do curso é no empreendedorismo, e isso é fundamental para uma carreira de sucesso”.
O curso: O curso da FAT é totalmente presencial, focado no desenvolvimento de profissionais para o mercado empresarial. Tem duração de 8 semestres, noturno. As inscrições podem ser feitas na FAT ou pelo site www.fatrs.com.br

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Ligação Regional poderá ser realidade em 2010

Via alternativa entre a região e Porto Alegre diminuirá trafego na RS 463

O prefeito de Tapejara esteve em Porto Alegre, na quarta-feira, dia 07/10, em audiência com o diretor Geral do DAER, Vicente Britto Pereira, para solicitar o início urgente das obras de revitalização da RS 463, “essa obra já foi licitada para o recapeamento, desobstrução dos canais de escoamento de água e nova sinalização”.
Conforme o prefeito também reforçou a reivindicação de inclusão da ligação Regional entro os municípios de Charrua e Casca no orçamento do Governo do Estado de 2010, “essa ligação regional preconiza o asfaltamento do trecho entre Tapejara a Santa Cecília do Sul, Tapejara até a BR 285 via Água Santa e de Charrua a Tapejara, visto que o trecho da RS 475 entre Charrua e Getúlio Vargas já foi inicializado”, segundo as justificativas apresentadas ao diretor do DAER essa ligação diminuiria em 20% o trafego na RS 463, considerada perigosa pela sinuosidade das curvas.
Além dessas solicitações fez também o pedido para viabilizar a abertura de acesso considerado extensão da perimetral no trecho que compreende a saída para Ibiaçá até a estrada Municipal entre Tapejara até Linha 04, próximo à empresa Bom Gosto.
A vinda de Vicente Pereira, no inicio do mês de agosto, foi importante para que conhecesse a realidade da região “e visse que mesmo com a falta de investimentos do governo Estadual a iniciativa privada busca formas de fazer a região crescer” – ponderou o Prefeito.
Segundo foi anunciado, o Estado investirá aproximadamente RS 200 milhões em obras de asfaltamento, porém será necessário RS 1,2 milhões considerando que são 117 municípios que precisam de recursos, “sabemos dessa dificuldade no Rio Grande do Sul, mas buscamos que seja investido maior número de recursos para Tapejara, e o Projeto Asfalto Urgente, têm sido muito importante nesse processo” – finalizou Seger.

Emater Tapejara comemora 30 anos


O escritório da Emater Tapejara iniciou seus trabalhos em 1979, tendo em frente Ivânio Grespan, Gilberto da Silva Flores, Marisa Busato e Marlene Dallagasperina. Nestas três décadas realiza atividades ligadas ao combate da erosão, implantação do sistema de plantio direto, microaçudes e incentivo ao reflorestamento. Recentemente implantou lavouras experimentais de canola e girassol para a produção de biocombustível.
A preservação da água e o saneamento básico no meio rural são abordados no trabalho da Emater/RS-Ascar de Tapejara, que ainda incentiva a alimentação saudável com orientações e práticas diretas, formação de feiras do produtor, Feiras do Mel, piscicultura, produção de hortifrutigranjeiros e implantação de agroindústrias.
A Emater Tapejara tem enfocado seus trabalhos junto às comunidades rurais, apoiando na realização de eventos de incentivo ao desenvolvimento de algumas criações, como os já tradicionais jantar do Peixe, do Frango Caipira, do porco Light, Frango Fest, o Café na Colônia e o Almoço Campeiro. “O objetivo é criar um evento típico em cada comunidade envolvida”, destaca a assistente Administrativa Sandra Dal’Bosco Sitta, que, ao lado do técnico agrícola Jair Batista do Amaral, da extensionista de bem-estar social, Rosangela Dallagasperina, e da auxiliar de serviços gerais Nelci Aimi Costa, formam a equipe de trabalho da unidade da Emater/Ascar RS.
A solenidade comemorativa dos 30 anos da Emater Tapejara foi realizada, na sexta-feira, 02/10, no Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira. prestigiaram o evento o prefeito Municipal, Seger Menegaz , o vice-prefeito e secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Vilmar Merotto, o presidente da Câmara de Vereadores, Márcio Bertoglio,o gerente Regional da Emater, Oriberto Adami, representantes de entidades e funcionários da Emater de municípios da região.
Os depoimentos das diversas lideranças foram incisivos no que se refere à importância da Emater no desenvolvimento local das comunidades, com envolvimento em todas as áreas, social, econômica e ambientais.
Adami enfatizou que para todo o corpo funcional é gratificante saber que a Emater faz parte do desenvolvimento de Tapejara, um município exemplo no Estado, com índices de crescimento social e econômico acima da média.
Após os depoimentos houve a apresentação teatral do Grupo Municipal de Teatro Opinião, que enfatizou os trabalhos desenvolvidos pelo órgão Estadual. Também foi apresentado um histórico das atividades desenvolvidas durante os 30 anos de atuação em Tapejara.
Na ocasião foram homenageados funcionários e ex-funcionários da Emater que fizeram parte da história da instituição no município e para encerrar foi servido aos presentes um Café Colonial.
Foto: Tiarajú de Almeida

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Entrevista com Gilberto Scariot, diretor do IABRBT


Gilberto Scariot, diretor do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco de Tapejara, concedeu entrevista ao NT avaliando o ensino nas diversas especificidades e falou sobre projetos da instituição. Confira na íntegra.
Novo Tempo - Como o diretor avalia o ano de 2009 na área do ensino?
Gilberto Scariot - Para responder esta pergunta, manter-me-ei restrito aos projetos de nossa instituição. Podemos dizer que nesta primeira etapa do ano tivemos excelentes resultados em todos os aspectos, sendo que conseguimos consolidar nosso Instituto como uma instituição de ensino de excelência em qualidade de ensino em todas as áreas.
Esta consolidação se dá por vários aspectos, primeiramente, porque temos em nosso quadro de alunos, na sua grande maioria, estudantes que se identificam com a filosofia da instituição, que é a de empenhar-se no processo ensino aprendizagem, dentro de um ambiente disciplinado e propício ao aprendizado, resultando numa formação de indivíduos detentores do conhecimento e acima de tudo críticos que buscam a humanização dos homens e atuem como agentes ativos no processo da evolução social.
NT: Quais os principais projetos do Barão para o segundo semestre?
GS: Com referencia a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, neste segundo semestre, daremos continuidade aos projetos que vem sendo desenvolvidos, que abordam a importância do cuidado com o meio ambiente, bem como, os benefícios que a reciclagem pode trazer aos indivíduos, para criação de uma consciência que promova uma sociedade sustentável.
O Barão do Rio Branco buscará promover a participação dos pais em atividades desenvolvidas na escola, enaltecendo com isso, a integração de toda a comunidade escolar.
Também esta sendo desenvolvido um programa de viagens de estudos com os alunos da 4ª a 8ª séries, aonde, cada turma seguirá um roteiro que é a extensão das atividades escolares, visando proporcionar a interação direta da teoria abordada em sala de aula, para assim ampliar seu conhecimento através da visualização e contato com a realidade.
Além dos demais projetos, queremos ainda, citar um dos mais eficazes, que tem como objetivo incentivar o desenvolvimento intelectual dos alunos, através do III concurso de poemas, que será realizado dia 27 de outubro, o qual desde já, aproveitamos para convidar toda a comunidade para participar.
NT: Sobre curso superior do Barão, pós – graduação e Enem?
GS: A Instituição tem investindo muito na Instalação do Curso Superior presencial em Tapejara, através da criação da FAT – Faculdade Anglicana de Tapejara, que já implantou seu primeiro curso de Administração, onde obtivemos um bom respaldo na realização dos dois primeiros vestibulares e agora nos preparamos para a realização do terceiro vestibular do Curso de Administração no mês de dezembro deste ano.
Estão também, em pleno andamento, os cursos pós-médio, com a realização do Curso de Técnico em Segurança do Trabalho, que vem desenvolvendo diversos projetos de capacitação proporcionando aos alunos a obtenção de um excelente aprendizado, proporcionando um diferencial na formação do futuro profissional.
Estamos avaliando a realidade regional para o lançamento dos próximos Cursos de Graduação e também de cursos técnicos profissionalizantes.
NT: Sua avaliação sobre o ensino, atualmente, no Brasil?
GS: Esta questão é muito delicada, pois estamos vivendo um tempo que jamais foi vivido por nenhuma geração até agora. Estamos numa era em que as pessoas têm liberdade e coragem para pensar, também, a partir do ano de 1988, estamos vivendo sob a égide de uma Constituição que instituiu o Estado Democrático de Direito, que na sua benevolência, trouxe grandes desafios para a sociedade atual, pois, ao garantir os direitos individuais de cada cidadão, a Carta Magna, manteve-se muito discreta na questão dos deveres, preservando o individuo de alguma imposição por parte do Estado, o que exigiu de certo modo a colaboração de todos para com os deveres coletivos de forma espontânea e não coercitiva.
Este fator teve uma influência muito forte no processo ensino aprendizagem, pois de certo modo inverteu os poderes dentro da sala de aula, onde chega a acontecer casos em que professores vem-se reféns de crianças e adolescentes dotados de poderes (direitos), exigindo do mestre um esforço sob humano para ministrar sua aula.
Além de muitos outros fatores que percebo é a desvalorização de uma boa formação, são baixos os índices de jovens que vem na formação acadêmica uma alavanca para o sucesso.
NT: Qual o verdadeiro papel da escola na sociedade?
GS: Bem, avaliando esta intrigante questão, percebemos que a escola, como toda instituição social, sempre foi objeto de inúmeras pesquisas. Desde sua origem até os dias atuais busca-se conhecer a importância de tal instituição para a sociedade, uma vez que esta influencia e interfere na formação dos indivíduos que nela permanecem (concluem sua escolarização) ou que por ela passam (desistem).
Em nossos dias, é indispensável e quase obrigatória alguma escolarização para a inserção no mercado de trabalho. Neste mercado apenas sobrevivem aqueles que conseguem se adaptar bem às suas regras, em minha opinião, a escola brasileira, persegue demasiadamente este objetivo.
O verdadeiro e sagrado dever da escola esta muito além da simples preparação dos indivíduos para um mercado o para ou sucesso profissional e financeiro, não que isso não seja importante, mas isso é o mínimo que as instituições de ensino podem oferecer. A escola deve repassar, construir, formar o conhecimento, ou ainda qualquer outro conceito a respeito, mas acima de tudo a escola tem o dever de formar indivíduos críticos diante da sociedade que estão inseridos ou na comunidade global, tornando-se agentes inovadores que buscam a satisfação não somente no ter (consumo), mas acima de tudo no ser, fortalecendo as fileiras daqueles que procuram melhorar o mundo a cada atitude, a cada oportunidade, sem esmorecer-se, não tendo dúvidas do que é bom para o meio em que vivem.
NT: Sua mensagem aos leitores do NT, que completou 10 anos em 2009?
GS: Temos sempre em nossas relações (Instituição e NT) o condão de objetivar nossas atitudes em proporcionar sempre resultados benéficos a nossa sociedade, nesta década de existência deste jornal, queremos renovar nossa parceria no propósito de sermos juntos colaboradores no processo de evolução de nosso meio.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Vendaval destelha casas em Tapejara






Aproximadamente 50 casas foram destelhadas pelos fortes ventos, acompanhados de intensa chuva que atingiram o município de Tapejara no final da manhã de domingo, 27 de setembro. Os bairros mais atingidos foram o São Paulo e o 13 de Maio, justamente onde se concentram as famílias mais pobres de Tapejara.

Antes mesmo de a chuva parar a prefeitura municipal já distribuía telhas as casas atingidas. Um família do Bairro 13 de Maio teve que deixar sua casa, próxima a um córrego, pois a mesma poderia ser invadida pela água e sofria risco de desabamento. A Escola Municipal Catarina Debastiani, também localizada no Bairro 13 de Maio foi parcialmente destelhada pelos ventos.

Na manhã de hoje (28) o prefeito municipal, Seger Luiz Menegaz, reuniu em seu gabinete todos os secretários e orientou-os para trabalharem em conjunto na resolução dos problemas. A prefeitura municipal estuda ainda a possibilidade de retirar de suas casas e encaminhar até um alojamento outras famílias que residem próximas ao córrego do Bairro 13 de Maio.

As pessoas atingidas pelo temporal estão sendo cadastradas pela prefeitura de Tapejara que depois distribuirá mais telhas e outros materiais para quem necessitar. As famílias atingidas pelo temporal podem entrar em contato com a prefeitura para solicitar o material através do telefone (54)3344-1077.

Colaboração: Henrique Seben

Super Danieli reinaugura Nova Loja


Após dois anos de reformas supermercado inova no atendimento e prestação de serviços

Em 03 de dezembro de 1998 abriu as portas mais um empreendimento do Grupo Agrodanieli, o Super Danieli, após 10 anos reinaugurou uma nova loja. Na manhã chuvosa de quarta-feira, 23/09, na presença dos proprietários, autoridades, representantes de entidades, colaboradores e clientes.
O Grupo Danieli investiu em reformas por aproximadamente dois anos que resultaram em 7 mil m² de área construída, principalmente no que se refere ao atendimento no supermercado com estrutura de 2.400 m², 11 caixas, 70 vagas no estacionamento, elevador com capacidade para 12 pessoas, praça de alimentação, padaria, açougue, setor de eletrodomésticos e atenderá a partir da data de reinauguração das 8h ás 20h sem fechar ao meio dia.
Segundo o presidente do Grupo Danieli, Adelírio Danieli, “Tapejara já é uma referência na região pelo empreendedorismo, temos clientes de vários municípios e estamos investindo para atender cada vez melhor”. O empresário também agradeceu pelo apoio da família e dos colaboradores em mais essa conquista.
Anadir Danieli, diretora do Super Danieli, destacou que todas as reformas e melhorias no atendimento e prestação de serviços foram com base nas necessidades da comunidade.
O vice-prefeito, Vilmar Merotto, parabenizou a ousadia e iniciativa da família Danieli em apostar e investir no município de Tapejara, “nos tornamos referência microrregional e iniciativas como esta justificam ainda mais o empreendedorismo de nossos empresários que seguem inovando e fazendo com que o evoluamos economicamente e socialmente”.
Após os pronunciamentos o Pe. Élio Marsiglio proferiu a benção e a família Danieli descerrou a fita inaugural, marcando uma nova fase à empresa.
Ofertas Comemorativas
Para comemorar a nova loja foram preparadas promoções durante cada dia da semana, com destaque para na tradicional terça do pãozinho, onde o pão cacetinho é vendido a R$ 2,99 ao quilo, e no dia 29/09, todo o lucro será revertido para a APAE. E em todos os dias haverá degustação de produtos e promoções com sorteio de brindes.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Momento de descerramento de faixa inaugural

Manchetes da Edição 249

Confira agora as principais manchetes da Edição 249 do Jornal Novo Tempo que já circulando.

Especial: Reinaugurado Super Danieli, evento aconteceu no dia 23/09 e

Colunistas:
Cláudio Biasi: Estacionamento Rotativo em Tapejara: sou favorável!

Política: Rodovias da região serão prioridade no orçamento Estadual em 2010

Educação: Lei Federal amplia mercado para professores de Língua Espanhola

Saúde: Hospital Santo Antônio recebe recurso de R$ 107 mil para aquisição de aparelho de Raio X

Ibiaçá: Lançada IX Expo Ibiaçá, evento acontecerá de de 20 a 22 de novembro e promete ser destaque em público e negócios.

Há 10 anos no NT: Coluna resgata fatos históricos em que o Novo Tempo esteve presente e marcam a história da região, nesta edição relembre os 41 anos do CTG Manoel Teixeira e o lançamento da 1ª Expo Tapejara em 1999.

Tapejara: Nomeado secretário da Indústria e Comércio, em entrevista Carlos Eduardo de Oliveira, destaca as principais ações desta pasta.

Entrevista: Gilberto Scariot, diretor do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco, avalia ensino e fala sobre projetos da escola.

Dicas:
Informática: Saiba mais como usar e para que servem os Netbooks, a praticidade e comodidade.

Acisat: Palestra com Carlos Paiva sobre o Agronegócio e perspectivas da economia leva muitos associados a participar da reunião jantar no dia 15 de setembro.

JCI Tapejara: JCI Tapejara participa de Encontro Regional em Sananduva e comemora a vitória de Édina Pereira a vencer o Concurso de Oratória Interno.

Municípios:

São João da Urtiga: Prefeito Paparico busca apoio para realizar a Frangofest, evento ocorrerá no dia 10 de outubro e contará com apoio da Agrodanieli de Tapejara.

Água Santa: Banda Marcial participa de Festival Estadual e conquista premiações

Sananduva: Pedestres aderem ao novo sinal de trânsito para travessia de faixas, campanha em parceria com o Contran objetiva educar pedestres a fazerem a travessia no lugar adequado.

Polícia:
Mandado de busca e apreensão foi cumprido em DP de Tapejara: Policial estaria extorquindo agricultor que possuía dívidas. Operação apreendeu cédulas com mesmas séries informadas antes na Promotoria

Leia, assine e anuncie! Em breve Campanha de Prêmios
Acesse o nosso blog: jnovotempo.blogspot.com
Entre em contato através do fone: (54) 3344-2325 ou do e-mail: novotempo@netvisual.com.br

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Estacionamento Rotativo em Tapejara: Sou favorável

Recebi a notícia que Tapejara estuda a implantação de estacionamento rotativo fiscalizado. Sou favorável por dois motivos: primeiro que dará um ar de cidade grande e segundo, nosso meio ambiente precisa desse cuidado. Também sou contrário, pois pelo estudo inicial será sem cobrança, apenas fiscalizado e isso representa custos sem receitas. Vejamos.
A principal razão para que se implante estacionamento rotativo é “por conta do grande número de comerciantes descontentes com a falta de espaço de estacionamento, em frente aos seus estabelecimentos comerciais.” Sem razão. Olhando de minha janela é fácil constatar que são os veículos dos próprios comerciantes que estão em frente aos seus estabelecimentos. Bastaria estacionar em local mais distante ou deixar o veículo em casa.
É fácil constatar que as pessoas parecem necessitar estacionar os seus automóveis exatamente na porta do estabelecimento. É mortal e motivo de ira, indignação e de idéias criativas como a do estacionamento rotativo se tiver que estacionar 20 ou até 50 metros do destino. Parece que estas pessoas nunca foram a Passo Fundo, Caxias ou cidades maiores, onde se é obrigado a pagar um estacionamento privativo ou andar várias quadras.
O lado muito bom é que própria notícia traz a solução: “Outro fator que causa transtorno é o costume dos tapejarenses irem trabalhar de carro, deixando seus automóveis estacionados durante o dia, em frente aos estabelecimentos comerciais.” Novamente olho pela janela e é verdade. Agora com o agravante que estes comerciantes utilizam o veículo apenas para se deslocar até o trabalho. E pasmem, a maioria deles não reside a mais que 400 ou 1.000 metros do local de trabalho! Vão de carro e ocupam uma vaga o dia todo.

Não precisamos de fiscalização e sim de conscientização. E a fiscalização sem cobrança não conscientiza. É cultural.

Presumo que o que tem para mudar é essa cultura de andar de carro. Em nossa cidade tudo é muito próximo: bancos, prefeitura, fórum, mercado. No entanto, é comum as pessoas, as mesmas que reclamam, por falta de vagas, pegarem seus veículos para fazem 500 metros.
Não precisamos de fiscalização e sim de conscientização. E a fiscalização sem cobrança não conscientiza. É cultural. Claro que é exagero pensar em cobrança em uma cidade do porte da nossa. É apenas uma provocação!
Certo é que não faltam vagas, há excesso de veículos mal utilizados. E é preciso saber por que as pessoas não gostam de caminhar? Será por preguiça, comodidade? Por não haver passeios em nossa cidade?
Caminhar exige calçadas regulares, sem buracos, degraus, galhos de árvores, iluminação, sucatas de veículo, móveis para venda e tudo mais.
Passeios: nesse quesito voltamos a ser uma pequena cidade do interior com ou sem estacionamento rotativo.
Cláudio A Biasi
Advogado – OAB-RS 35.406
Comentários, criticas e sugestões para biasi@cabiasi.com.br

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Coluna Jogo Rápido - Rodinei Agostini


O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra desvia dinheiro público e verbas estrangeiras para cometer seus crimes. Em reportagem de capa da revista Veja de 2/9 está o relato de como este movimento se ancorou no Governo Federal para conseguir verbas que chegaram até a 145 milhões de reais de 2003 a 2008, dinheiro repassado em forma de convênios ou através de ONGs ligadas ao movimento. O MST também recebe verbas de organizações estrangeiras com fins de guerrilha. Nos últimos anos o governo Lula diminui os repasses, por pressão da oposição, e as invasões foram retomadas. Para fugir das responsabilidades legais o MST não existe juridicamente. Ainda segundo a reportagem da revista: “No governo FHC o MST chegou a organizar uma marcha que reuniu 100 mil pessoas em um protesto em Brasília, além de invadirem uma fazenda do presidente da República com direito a transmissão televisiva. No governo Lula, a relação começou tensa, mas foi se acalmando à medida que aumentaram os repasses de dinheiro e pessoas ligadas ao movimento eram nomeadas para chefiar os escritórios regionais do Incra”. Sem falar que entre os seguidores do movimento o menor percentual é de agricultores, a maioria são ex-favelados, fugitivos da justiça e até assassinos. Quem se habilita a defender este movimento que um dia lutava pela verdadeira distribuição de terras, a reforma agrária?
DOIS GOVERNOS
Nosso Estado, pela primeira vez em sua história, tem dois governos. Foi o que afirmou o colunista Paulo Sant’ana na edição de 3/9 em ZH. “O primeiro governo que vem tendo nosso amado Rio Grande é uma teia de escândalos que pareciam em determinado momento não cessar mais, depois que se revelaram escabrosos os fatos de corrupção em torno do Detran. O segundo governo que vivemos atualmente no Rio Grande é o governo real que estamos tendo, o governo que conseguiu a façanha de chegar ao déficit zero, o governo que consolidou a herança do governo anterior, tirando da falência o Instituto de Previdência do Estado, sob cuja sombrinha se abrigam 1 milhão de associados e dependentes”. O polêmico Pablo, num balanço geral, diz que o governo de Yeda Crusius pode ser considerado bom e até ótimo em alguns aspectos. Fica aqui apenas o registro e cada um tire suas conclusões.
ESCLARECENDO
Sobre a matéria do polêmico tema da abertura dos supermercados aos domingos, veiculada na contracapa da edição passada, ressaltamos que a escolha da foto do mercado para ilustração da matéria não teve por objetivo promover ou desfavorecer qualquer estabelecimento comercial deste ramo. A escolha foi meramente aleatória. Que bom que a matéria surtiu efeito e até polêmica, sinal de que a sociedade é informada e que o jornal cumpre com sua função social.
BRASILEIRÃO
Quem diria que o tão aguardado e quase unânime treinador multicampeão Paulo Autuori já teria seu trabalho sendo contestado no Grêmio? Nada mais surpreende no futebol. Mas o treinador do tricolor, com suas invencionices, está fazendo por merecer a vaia da torcida e assim fica cada vez mais difícil o time alcançar um lugar no G4. Por outro lado, o Internacional do tão contestado Tite vê seu treinador firmar o trabalho e alçar a equipe a favorita ao título. Plantel o Inter tem para isso, se não chegar lá será por tropeços do próprio grupo. Por isso que o futebol é fascinante!
EM TEMPO
Dizem por aí que se o prefeito Seger Menegaz executar três obras consideradas fundamentais terá sua reeleição ou projeto político pavimentado para a próxima eleição. Que tal a remodelação da Avenida 7 de Setembro, começando pelas luminárias, a construção de um Centro Administrativo e a reforma ou aquisição de uma nova área para o Parque de Rodeios para a realização das exposições? Sem dúvida alguma seriam grandes realizações.
PARA REFLETIR
“O homem que venceu na vida é aquele que viveu bem. Riu muitas vezes e amou muito. Que conquistou o respeito de homens inteligentes e amor das crianças. Que preencheu um lugar e cumpriu uma missão. Que deixou o mundo melhor do que encontrou. Que procurou o melhor nos outros e deu o melhor de si mesmo.” (Robert Louis)

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Presidente Nacional visita JCI Tapejara


O presidente Nacional da JCI Brasil, Gilson Metz, esteve visitando Tapejara, no sábado, dia 12 de setembro. O objetivo foi verificar como está a organização local, projetos em andamento e relatar sobre a sua experiência a frente da JCI Brasil.
Segundo Metz, “a organização surgiu nos Estados Unidos em 1924 e atualmente está em 117 paises, temos como grandes parceiros a ONU, a Unicef e a Unesco, para desenvolver projetos que visem a melhoria das comunidades e a troca de informações, líderes mundialmente conhecidos como Koffi Annan e Jacques Shirá e outros tantos que iniciaram sua carreira na JCI”.
“Temos grandes desafios, nossa organização é muito forte no sul do País, mas precisa ainda expandir para as demais regiões e é importante que estejamos, enquanto representantes de uma organização como é o caso da JCI Brasil, entrando em contato com as OLs do interior, seja para ter subsídios para as ações futuras e para levar informações a respeito do que vem acontecendo e motivar os membros” – enfatizou Gilson.
Na manhã chuvosa de sábado visitou as rádios de Tapejara e concedeu entrevista coletiva aos jornais, ainda palestrou para os membros da JCI Tapejara, sobre aspectos importantes a serem considerados pela entidade. O prefeito Seger Menegaz (PMDB) que esteve presente na sede da entidade deu as boas vindas ao presidente Nacional e relatou das importantes parcerias entre o poder público e a JCI, da contribuição social tanto na formação de jovens líderes quanto em projetos como o Oratória nas Escolas que causam impacto positivo na comunidade.
À tarde a vice-presidente da área Comunitária, Édina Pereira e a coordenadora do projeto O Futuro em suas Mãos, Franciele Bernardes, apresentaram o mesmo ao presidente Nacional e aos Escoteiros, que iniciará suas atividades ainda no mês de setembro e visa conscientizar para a necessidade da preservação e plantio de arvores nativas.
Sobre a JCI, Metz destacou ainda que, “mudanças sociais estão acontecendo e os jovens precisam encontrar meios para participar ativamente na comunidade de forma positiva e aqueles que se identificarem com a organização estão convidados a fazerem parte”.
Gilson participou no domingo, 13 de setembro do Encontro Regional em Sananduva que reuniu juniores de 8 cidades da região.
Participe
Participe de nossas reuniões plenárias: Nas primeiras quintas-feiras de cada mês às 20h e nos terceiros domingos de cada mês às 18h, na sede da JCI.
Foto: Divulgação
Legendas: Membros da JCI Tapejara e o presidente Nacional

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Principais manchetes da Edição que circula nesta sexta-feira 11 de setembro

Confira agora as principais manchetes do Jornal Novo Tempo que circulará nesta sexta-feira 11 de setembro:

Colunistas: Cláudio Biasi faz comparações entre Sete de Setembro e Semana Farroupilha

Emater: 1º Almoço Campeiro é sucesso em Linha Scariot

Tapejara: Possibilidade de implantação de Estacionamento Rotativo Fiscalizado é estudada por poder público e entidades comerciais.

Economia: Bom Gosto conquista liderança em consumo de Leite UHT

Educação: I Semana Acadêmica da FAT, conhecimento e valorização e iniciativas regionais

Social: Valdir Tamanho assume presidência temporariamente do Lions Clube Tapejara

Semana Farroupilha: iniciam as primeiras manifestações tradicionalistas

Especial: Coopervita comemora 11 anos, confira a trajetória de sucesso da cooperativa de produção coletiva

Expointer: Dalri Máquinas expõe seus produtos na maior feira do Agronegocio

Municípios:

Ibiaçá: Lançamento da IX Expoibiaçá. São esperados aproximadamente 12 mil visitantes entre os dias 20 e 22 de novembro

São João da Urtiga: Definidas as datas da I Expo São João da Urtiga, será de 05 e 06 de dezembro no Parque de Exposições.

Esportes: AHFM (Associação Hortenilense de Futebol de Mesa) pretende trazer Copa do Brasil de Futebol de Mesa para Tapejara e ensinar o esporte a crianças do projeto Segundo Tempo.

Leia, assine e anuncie! Em breve Campanha de Prêmios

Entre em contato através do fone: (54) 3344-2325 ou do e-mail: novotempo@netvisual.com.br

Dalri Máquinas esteve na Expointer 2009

A Expointer 2009 que ocorreu do dia 29/08 a 6/09, no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), mostrou ao público visitante que está ainda mais atrativa. Em sua 32ª edição internacional, concentrou-se nas últimas novidades da moderna tecnologia agropecuária e agroindustrial, sendo reconhecida como um dos maiores eventos do mundo em seu gênero, evidenciando o potencial do agronegócio do Rio Grande do Sul.
O total representa a comercialização de animais, máquinas, implementos agrícolas, automóveis, artesanato e produtos da agricultura familiar. Em 2008, a soma chegou a R$ 383,5 milhões. Com 2,2 mil expositores e participação de mais de 5 mil animais, a feira destacou-se, além dos números de comercialização, pela mostra de produtos da melhor genética gaúcha. Cerca de 420 mil pessoas visitaram a exposição desde o último dia 29.
No setor de máquinas, foram comercializados, cerca de R$ 795 milhões, o setor experimenta uma recuperação graças a facilidades nas linhas de crédito. Já a comercialização de animais alcançou R$ 8,39 milhões, queda de 20,65%. Na agricultura familiar, a venda bateu recorde e chegou a R$ 1,03 milhão, cerca de 30% a mais em comparação ao ano anterior.
O empresário tapejarense, Valdecir Dalri, da Dalri Máquinas esteve expondo na feira juntamente com a Matsuyama pelo terceiro ano, segundo ele esta edição da Expointer superou as expectativas, “considero que é uma boa oportunidade para estabelecer vários contatos e com o advento da crise mundial está se buscando alternativas e parcerias”.
Conforme Valdecir Dalri, o produto destaque da empresa foi o pulverizador motorizado, destinado a fruticultura, “a praticidade é maior, pois tem capacidade para 80 litros, é motorizado o que reduz o esforço repetitivo e o tempo para executar o trabalho” – explicou.
Fotos: Divulgação
Legenda: Estande da Matsuyama/ Dalri na Expointer

I Semana Acadêmica FAT


A I Semana Acadêmica do Curso Superior de Administração da Faculdade Anglicana de Tapejara ocorreu de 08 à 11/09, no Centro Cultural José Maria Vigo da Silveira em Tapejara nos dias 08 e 09/09 e nos dias 10 e 11/09 no Salão Social do Clube do Comércio em Erechim concomitantemente com a XI Semana Acadêmica da FAE (Faculdade Anglicana de Erechim). Estiveram presentes na solenidade de abertura o diretor da FAT, Jones Soares, o diretor do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco de Tapejara, Gilberto Scariot, o coordenador do curso, Mauro Brandão, o vice-prefeito, Vilmar Merotto, a vereadora Cledi Hanel, o secretário da Educação, Laurimar Coronetti, os professores do curso, alunos, alunos do terceiro ano de Ensino Médio da Escola Senhor dos Caminhos e empresários.
“Nossa faculdade veio para ficar. Iremos estender a metodologia a outros cursos, faremos uma pesquisa na região para que possamos disponibilizar outras graduações” – deu inicio a semana academia o diretor da faculdade, Jones Soares.
Na primeira noite de palestras, o contador da Pietrobon, Daniel Graminha Vieira, abordou o tema: PGQP: Uma realidade Regional. O primeiro palestrante da noite relatou aspectos importantes da empresa Pietrobon com relação a conquista do Troféu Bronze 2009. Realizou uma retrospectiva sobre as tendências do mercado e as mudanças decorridas que atualmente faz com que empresas busquem a qualidade dos serviços e produtos as tornando mais competitivas.
Citou as adaptações organizacionais para a implantação do programa que preza pelo planejamento, definição de metas e estratégias, destacou ainda que, “empresas somente crescem e se desenvolvem se forem diferentes, se o serviço ou produto possuir um diferencial, e apostar na qualificação de seus colaboradores”.
Frisou sobre a importância da ética, da transparência e da responsabilidade social para a consolidação da marca junto aos clientes, colaboradores e comunidade.
Na segunda palestra da noite o empresário e presidente da Comissão A região não pode parar do Projeto Asfalto Urgente, Cláudio Bianchini.
Bianchini fez um relato sobre os aspectos que levaram a criação da comissão, as visitas aos municípios, as metas e objetivos levantados para viabilizar a reivindicação por infraestrutura em estradas da região composta pelos cinco municípios, Tapejara, Santa Cecília do Sul, Vila Lângaro, Charrua e Água Santa.
“O objetivo principal do nosso projeto foi desenvolver um plano de marketing para levar a todo o Estado a conscientização de que as obras são necessárias ao desenvolvimento da região, foram investidos R$ 400 mil, em divulgação das potencialidades e carências dos municípios no que tange a pavimentação asfáltica” – ressaltou o presidente da comissão.
Apresentou ainda dados relacionados ao retorno de ICMS ao governo, “o faturamento em 1 ano dos cinco municípios é de aproximadamente R$ 1 bilhão, necessitamos que sejam asfaltados 135 km e para isso seriam investidos pelo governo cerca de R$ 130 milhões, isso significa 10% considerando faturamento total” – informou Bianchini.
Finalizou destacando que o grande desafio da comissão era fazer com que a região fosse reconhecida pela importância econômica e pelo potencial empreendedor, com objetivos para serem concretizados em longo prazo e que serviu para divulgar uma região toda não apenas reivindicando, mas mostrando o que temos de melhor.
Na segunda noite palestraram o vice-prefeito Vilmar Merotto, que abordou sobre: Desafios da Administração Pública, uma abordagem sobre os desafios encontrados na administração pública face ao estado que rege os princípios constitucionais da administração veiculadas as leis. O contabilista, Ademir Antônio Wenczenovicz com o tema: Empreendedorismo, o palestrante deu enfoque especial na era dos projetos administrativos com base no empreendedorismo sustentável.
Nos dias 10 e 11/09, as palestras foram realizadas em Erechim. O diretor Financeiro do Grupo Todeschini, João Paulo Pompemaier, falou sobre Estratégias para reposisionamento de marca, o sócio diretor da F&F Brokerage Investimentos, Felipe Nemitz Beys, abordou a temática: Governança Corporativa no Brasil – Práticas Políticas e Aplicações. O conferencista renomado, Alex Born, reconhecido por seu trabalho em Neuromarketing, com a palestra: 30 Segundos, fechou com chave de ouro a Semana Acadêmica.
Foto: Janine de Oliveira
Legenda: Mauro Brandão, Vilmar Merotto, Jones Soares, Gilberto Scariot, Cledi Hanel e Laurimar Coronetti